segunda-feira, janeiro 16, 2012


... Chamam de Afinidade!

“Não sou da espécie robótica, embora tenha sensores de reconhecimento facial e mecanismos que reconhecem vozes. Sou daquele tipo sensível demais, que gosta de olhar nos olhos. Sou dessas que não se contentam com o sentimento automático, ou com a frieza da modernidade. Gosto de me encaixar na anatomia de abraços sinceros, daqueles que posso medir a temperatura dos corações com esse tal termômetro que as pessoas chamam de afinidade.” 

5

5 Comentários:

Letícia disse...

Afinidade, um olhar sincero, doce, e o coração já abre espaço, porque tem mais gente chegando. :D

Tenha uma linda semana! ^^

Camila Sanches e Amanda Sanches disse...

Também sou assim, não gosto e ás vezes não suporto essa frieza da modernidade, a frieza a qual as pessoas estão cada vez mais acostumadas e conformadas!

Seguindo aqui, beijos

Priscila Lima disse...

Olá! Obg por tá seguindo meu blog, seguindo o seu tbm. Ótimo texto!

http://maanuscritoo.blogspot.com/

Lyly disse...

seguindo também no twitter. :* seguindo, amando e copiando tuas sábias palavras. ^^

Larissinháa. disse...

Que lindo...